Câmara de Barroso promulga lei que doa terreno a entidade barrosense



 
Na última segunda-feira, dia 05 de junho, a Câmara de Vereadores de Barroso promulgou a Lei nº 2.750/2017, autorizando que o município faça a doação de um terreno à Associação Protetora dos Animais de Barroso, para futura construção de sua sede. O imóvel, de 400m², fica situado à Rua João Domingos Tarchi, no bairro Nova Barroso, próximo à estação de tratamento de água onde opera a Copasa. 
 
O presidente do Legislativo, Vereador Baldonedo Napoleão, afirmou que poder promulgar a referida lei e beneficiar a associação é motivo de grande alegria. “Tomei conhecimento de que construir a sua sede própria era um anseio já antigo da Associação Protetora dos Animais de Barroso e que eles já haviam reivindicado há algum tempo a doação de um lote à Prefeitura para essa finalidade. Como em ocasião passada, a Câmara acabou não promulgando a lei, eu tive o prazer de fazer isso. A lei agora passa a ter um número, aprovado pela Câmara. Coube a mim essa grata tarefa. E a fiz com muito prazer, pois sou plenamente a favor do trabalho feito por essa associação, que merece o apoio do Poder Público”, destacou ele.
 
Baldonedo lembrou da colaboração de todos os vereadores na promulgação da lei e revelou que, em conversa com o Prefeito Municipal, Reinaldo Fonseca, foi informado de que o Chefe do Executivo também é solidário à causa da entidade e apoiará a iniciativa, acatando a reivindicação. “Assim que possível, o município deverá efetivar a doação do terreno, através do prefeito, para que a entidade construa a sua sede própria”, concluiu o presidente.
 
A atual presidente da Associação Protetora dos Animais de Barroso, Grasielly Melo, falou sobre a conquista da entidade, ressaltando que se trata de um reconhecimento do Poder Público ao trabalho  desenvolvido em prol da causa animal. "Sem dúvidas a doação deste lote marcou para nós o 'começo' de uma consciência e atenção à causa animal em nossa cidade, por parte do Executivo e Legislativo, além de representar, também, reconhecimento ao trabalho que a associação vem desempenhando junto à cidade no controle populacional destes animais e também na conscientização da população sobre o tema", destacou ela, agradecendo ao presidente da Câmara pela promulgação da lei e lembrando que “o início de tal consciência e atenção com a causa animal por parte do Executivo e do Legislativo começou na administração passada e tem se mostrado presente, também nessa nova administração, o que nos faz perceber que o trabalho vem sendo frutífero”.